Últimas notícias
Home / Notícias / Quem matou Bruno Paca? – Protesto reivindica esclarecimento do assassinato ocorrido há 5 meses

Quem matou Bruno Paca? – Protesto reivindica esclarecimento do assassinato ocorrido há 5 meses

Corpo do líder da Torcida Independente em Sorocaba foi encontrado com um tiro na cabeça, em março. Familiares e amigos cobram justiça 

Link para dowload de mais fotos e vídeos – https://1drv.ms/u/s!ApGJw-z7gJojgY1Ap9N_qfAfvKIdfw?e=e8UFhF

“Queremos respostas! Queremos Justiça!”, estava em um dos cartazes empunhados durante manifestação de familiares e amigos do líder de torcida assassinado em Sorocaba, há quase 5 meses, Bruno Felipe Estencio Miralha, 33 anos, carinhosamente conhecido como Bruno Paca. O ato pacífico teve concentração na praça Coronel Fernando Prestes, às 10h deste sábado (06) e percorreu o calçadão comercial do centro da cidade, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o brutal assassinato em que nada ficou esclarecido até hoje. O vereador e candidato a deputado federal, Fernando Dini (MDB), participou da manifestação. “Bruno foi um grande amigo, apoiador do nosso trabalho, este crime precisa ser esclarecido”, enfatiza Dini. 

Entre os participantes do ato, estavam a mãe de Bruno Paca, Alessandra Estencio e o atual presidente da Torcida Independente de Sorocaba, Paulo Victor Emanoel de Almeida. “Estou na praça porque quero justiça, que seja descoberto quem praticou esse crime com o meu filho tão querido e tão amado por muitos. Agradeço a todos vocês que puderem nos apoiar”, declarou a mãe da vítima. “Estamos lutando pela memória do amigo Bruno Paca e queremos que a justiça seja feita, nada mais”, afirmou Paulo Victor. 

Entenda o crime

O corpo de Bruno Paca foi localizado no final da tarde de 20 de março, um domingo, no galpão que abriga a sede da agremiação Torcida Independente, localizado na avenida Santos Dumont, na zona norte de Sorocaba. O corpo foi encontrado pela ex-companheira de Paca, já sem vida, segundo relato dela à polícia. O caso foi registrado como morte suspeita.  

Veja também

Humberto de Campos: 408 famílias recebem títulos de propriedade

O Cidade Legal acelera e desburocratiza o processo de regularização fundiária, sem custo aos municípios ...

Deixe uma resposta