Home / Notícias / Fernando Dini quer cadeiras de rodas para uso de clientes nas farmácias

Fernando Dini quer cadeiras de rodas para uso de clientes nas farmácias

Pessoas com limitações de mobilidade são beneficiadas com proposta que obriga empréstimo de cadeira de rodas nos estabelecimentos

O vereador Fernando Dini (MDB) quer que todas as farmácias ofereçam uma cadeira de rodas para os clientes com alguma limitação de mobilidade. Fernando Dini propôs o projeto de lei que obriga as farmácias e drogarias a fornecerem a cadeira para todo o percurso necessário, desde o estacionamento e em todas as dependências. “Fomos procurados por um cidadão que sofreu a perda provisória da mobilidade e não tinha como sair do carro para ser atendido na farmácia”, explica o vereador.

A proposta prevê o prazo de 90 dias para que todas as farmácias adquiram as cadeiras de rodas. O projeto de lei foi protocolado na quarta-feira (4) e segue os trâmites para entrar em votação em alguma das próximas sessões. O vereador Fernando Dini justifica que, além de fornecer e comercializar medicamentos e insumos, as farmácias prestam serviços importantíssimos, muitas vezes complementando os atendimentos prestados pela rede pública de saúde. “Grande parte da clientela é de idosos, que precisa de maior amparo. Mas independente da idade, muitos já passam por algum tratamento e estão sujeitos a apresentar variações na pressão arterial ou qualquer outro mal súbito que comprometa a mobilidade”, avalia Fernando Dini.

A proposta do vereador Fernando Dini prevê multa para o estabelecimento que deixar de ter uma cadeira de rodas. O valor previsto para a penalidade é de R$ 5 mil na primeira autuação; o dobro do valor (R$ 10 mil) no caso de reincidência e, no terceiro descumprimento, a suspensão do o alvará de funcionamento, sem prejuízo das multas anteriormente aplicadas.

Veja também

Fernando Dini leva prefeito e anuncia água para bairro na Sorocaba-Salto de Pirapora

Revitalização do acesso na rodovia SP-264 e regularização fundiária do Chácaras Ana Maria são outras ...

Deixe uma resposta