Home / Notícias / Depredado, saqueado e inseguro, Centro Esportivo do Jardim Simus continua esquecido

Depredado, saqueado e inseguro, Centro Esportivo do Jardim Simus continua esquecido

A cada novo dia há mais de 300 pessoas frequentando o Centro Esportivo do Jardim Simus. A prática de esportes ocorre em espaços depredados por vândalos, com quadras e salas de apoio com goteiras. “A Secretaria de Esportes continua inerte, há meses estamos pedindo providências e nada muda”, denuncia o vereador Fernando Dini (MDB). Fernando Dini é apoiador das práticas esportivas e continua cobrando soluções e novos equipamentos para todos os centros esportivos de Sorocaba.

Durante a visita no Centro Esportivo do Jardim Simus nesta quarta-feira (13), o vereador Fernando Dini encontrou muitos problemas. Ao cair da tarde o portão fecha, pois não há energia elétrica em todas as dependências, devido os furtos de cabos de eletricidade. À noite o público muda: usuários de entorpecentes, delinquentes e arruaceiros invadem o local para promover saques e destruição.

Nos vestiários há portas arrombadas e paredes faltando azulejos. Em um dos vestiários sequer é possível entrar, pois a porta forçada em tentativa de arrombamento não abre. Na sala de ginástica, os espelhos desgastados já não refletem qualquer imagem.

Caminhar desatento por aquele Centro Esportivo é um risco, já que as grelhas do sistema de drenagem foram furtadas e ficaram os buracos abertos que podem provocar acidentes. Tem até árvore crescendo na calha que deveria servir ao telhado do ginásio.

Na quadra coberta, uma barra de ferro deveria sustentar a tela de contenção das bolas, mas, opostamente, é a tela que segura a barra de ferro partida ao meio, atrás do gol, gerando o risco de se soltar e causar acidente. Por causa dos buracos, a tela não cumpre a sua função e as bolas vão parar em cima de outras dependências do Centro Esportivo. Para não perder as bolas, alguns frequentadores sobem nos telhados, provocando novas goteiras e infiltrações.

O intenso odor de bolor toma conta das salas onde ficam guardados materiais esportivos. Tudo ali está distante do chão, suspenso, pois alaga a cada nova chuva mais forte.

Há planos para a cancha de bochas do local ser utilizada durante os Jogos Abertos do Interior, que serão promovidos no próximo semestre em Sorocaba, contudo a área depende de reformas, o que não há previsão para ocorrer.

Veja também

Fernando Dini leva prefeito e anuncia água para bairro na Sorocaba-Salto de Pirapora

Revitalização do acesso na rodovia SP-264 e regularização fundiária do Chácaras Ana Maria são outras ...

Deixe uma resposta