Últimas notícias
Home / Notícias / Campanha orienta e incentiva o diagnóstico da hanseníase

Campanha orienta e incentiva o diagnóstico da hanseníase

A Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES), por meio do Programa Municipal de Controle da Hanseníase, promove entre os dias 20 e 31 de outubro mais uma edição da Campanha de Combate à Hanseníase, com o objetivo de divulgar os sinais e sintomas da doença e conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce.

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade estão examinando casos suspeitos e, se for necessário, fazendo o encaminhamento adequado.

O Programa Municipal de Controle da Hanseníase funciona na Policlínica Municipal de Especialidades e, além de notificar os casos, tratar o paciente com medicamentos e fornecer acompanhamento multidisciplinar, também acompanha os familiares.

A hanseníase é uma doença infecciosa, de evolução lenta, causada pelo bacilo de Hansen ou Mycobacterium leprae, que se manifesta principalmente por meio de sinais e sintomas dermatoneurológicos: lesões na pele e nos nervos dos braços, mãos, pernas, pés, rosto, orelhas, olhos e nariz. 

O período de incubação, ou seja, o tempo entre o contágio e o aparecimento dos sinais e sintomas da doença é longo para uma doença bacteriana, podendo chegar até sete anos. Esse bacilo é capaz de infectar grande número de pessoas, mas poucos adoecem. A transmissão acontece por meio de uma pessoa doente que apresenta a forma contagiante da doença e que, não estando em tratamento, elimina o bacilo por meio das vias respiratórias: secreções nasais, tosse ou espirro.  

As ações de orientação e diagnóstico precoce da hanseníase são realizadas durante o ano todo na Rede Municipal de Saúde. Qualquer dúvida que alguém possa ter sobre a doença pode ser esclarecida diretamente na Policlínica, que fica no Jardim Santa Rosália, de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h.

Atividades especiais

Entre os dias 20 e 24 de outubro, um profissional do Programa da Hanseníase estará na Praça Coronel Fernando Prestes, no Centro, junto com a equipe do Ônibus da Mulher. A população terá acesso a material educativo e poderá tirar dúvidas sobre a doença, sinais e sintomas, exames, medicamentos e tratamento.

No dia 22 de outubro, às 13h30, na Escola de Gestão da Prefeitura de Sorocaba, os profissionais da rede irão ter uma capacitação sobre a hanseníase: o que é a doença, sinais e sintomas, forma clínica da doença, tratamento e orientações de autocuidado.

Em Sorocaba, neste ano, até o dia 15 de outubro, foram notificados 46 casos de hanseníase, sendo que todos eles estão em tratamento. Veja mais detalhes sobre a doença no município no boletim epidemiológico divulgado pelo Programa Municipal de Controle da Hanseníase  da SES.

Fonte: Silvia Arruda/Secom

Veja também

Sorocaba registra saldo positivo de empregos pelo quinto mês

Desempenho em maio foi de 1.849 vagas abertas com carteira assinada, conforme dados do Caged ...

Deixe uma resposta