Home / Notícias / Vacinação contra gripe segue até o dia 3

Vacinação contra gripe segue até o dia 3

A campanha de vacinação contra a gripe em Sorocaba registrou, até a última quarta-feira, um índice de cobertura de 65,96% dos grupos prioritários, com a aplicação de 83.391 doses desde o último dia 4, quando a ação teve início.

A Secretaria da Saúde informa que a iniciativa prossegue até a próxima quarta-feira, dia 3 de junho, nas 31 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e a meta, conforme recomendação do Ministério da Saúde, é atender ao menos 80% do público-alvo de 126.467 pessoas, ou seja, imunizar 101.173 munícipes. O índice de vacinação na cidade é superior à média nacional, que é de 62,43%, mas está abaixo da média estadual, que é de 67,27%.

A vacina disponível na campanha é do tipo trivalente, que protege da gripe A/H1N1 e contra outros dois tipos do vírus Influenza (A/H3N2 e B). Ela é segura e bem tolerada e não causa efeitos colaterais graves. Em poucos casos, podem ocorrer manifestações de dor no local da injeção ou endurecimento, mal-estar, mialgia ou febre, todas estas ocorrências que tendem a desaparecer em 48 horas.

“O que acontece é que muita gente ainda tem medo, recebem informações equivocadas, o que causa uma rejeição e não tomam a vacina”, argumentou Renata Guida Caldeira, chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica (VE). Ela destacou que a vacina é composta de vírus similar ao Influenza, de forma fragmentada e inativada. A vacina só não é recomendada para quem teve reação alérgica grave a uma dose anterior da vacina ou se a pessoa apresentou reação alérgica à proteína do ovo, que é usada na sua fabricação.

Renata Caldeira destacou que é importante não deixar para receber a vacina na última hora. O objetivo é imunizar a população para que esteja protegida quando o inverno chegar, pois o clima nessa época do ano favorece a proliferação da gripe. “Acontece que o clima frio já chegou. A hora de tomar a vacina é agora, assim a pessoa já fica imune.”

Entre os grupos prioritários da campanha, a maior adesão (76,10%) é de idosos com 60 anos ou mais, pois 50.154 doses foram aplicadas, diante de um público de 65.906. “É um grupo que está acostumado a participar da campanha todos os anos e que tem maior risco decorrente de um possível agravamento de gripe. Então eles se previnem”, aponta. A menor adesão está entre os profissionais da saúde, pois somente 6.883 (40,61%) foram vacinados, de um total de 16.947.

Fonte: Secom e Jornal Cruzeiro do Sul

Check Also

Fernando Dini cobra fornecimento de merenda escolar durante suspensão das aulas devido à pandemia

A medida tem como objetivo atender crianças em situação de vulnerabilidade social, sem que elas ...

Deixe uma resposta