Home / Notícias / Saúde conquista habilitação e recursos para custear UTI do Samu-192

Saúde conquista habilitação e recursos para custear UTI do Samu-192

Exatos dez anos depois da inauguração do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) em Sorocaba, o município obteve a habilitação de uma das unidades de suporte avançado – UTI móvel – que faz parte do serviço e passará a receber recursos federais para custeá-la. A confirmação do incentivo financeiro foi obtida esta semana, com a publicação da portaria nº 1.842 do Ministério da Saúde, mencionando a conquista da habilitação da unidade de atendimento e a autorização para que os efeitos financeiros estejam em vigência a partir do mês que vem.

Desde a inauguração, em junho de 2007, o Samu de Sorocaba possui duas unidades de suporte avançado e cinco de suporte básico, mas não recebia recursos para custeio das UTIs, arcando com todas as despesas. A partir de agosto, serão enviadas parcelas mensais totalizando R$ 462 mil por ano para o município referentes a uma dessas UTIs. Esse valor é destinado à cobertura de despesas da unidade móvel de suporte avançado, chamada Alfa 1, que atende casos mais graves com atuação de um condutor socorrista, médico, enfermeiro.

A publicação é mais uma notícia importante para um serviço que é essencial na cidade. Entre as gestões em andamento relacionadas ao atendimento móvel de urgências, um destaque é a ação pioneira que ocorrerá neste segundo semestre, com a unificação das centrais do Samu e do Resgate do Corpo de Bombeiros. Em uma nova sede, instalada no Éden, os dos serviços funcionarão juntos, o que otimizará recursos, agilizará atendimentos e evitará atendimentos em duplicidade.

A unificação dos serviços faz parte dos requisitos para Sorocaba passar a integrar a rede do Grupo de Resgate e Atenção às Urgências e Emergências (Grau), conforme parceria entre Estado e Município anunciada no primeiro trimestre deste ano. O Grau é o nível mais especializado de atendimento móvel, considerado a tropa de elite do atendimento móvel, com serviços terrestres e aéreos. A primeira equipe do Grau chegará à cidade com 10 médicos e 11 enfermeiros e dará o suporte especializado principalmente aos casos de trauma e acidentes graves.

Fonte: Secom

Veja também

Aprovado em 1ª votação, Projeto de Lei visa legalização de construções irregulares

Foi aprovado, por unanimidade, na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sorocaba, Projeto de Lei ...

Deixe uma resposta