Home / Notícias / Retrospectiva 2018 – Parte 4 – Vereador Fernando Dini incentiva políticas públicas de inclusão e tem aprovada lei que proíbe canudos plásticos

Retrospectiva 2018 – Parte 4 – Vereador Fernando Dini incentiva políticas públicas de inclusão e tem aprovada lei que proíbe canudos plásticos

Durante o ano de 2018, o vereador Fernando Dini (MDB) também incentivou políticas públicas voltadas para a inclusão social e também teve aprovada uma importante Lei de sua própria autoria: A lei que proíbe o uso de canudos plásticos em bares, restaurantes e similares de Sorocaba.

Entre as medidas que o parlamentar tomou, estão o projeto de Lei que pede pela isenção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), aos portadores de Doenças raras e/ou sua família. O PL inclusive, já foi aprovado e virou lei.

Outro Projeto que tramita pela Casa de Leis é o que aumenta o auxílio às famílias em situação de risco e o que pede por mais playgrounds inclusivos em escolas e parques de Sorocaba.

Já a nova lei que combate o uso de canudos plásticos foi comemorada pelo vereador. “É uma nova cultura que vem ganhando adeptos pelo mundos todo. A consciência ambiental tem que existir e a substituição dos canudos plásticos por canudos alternativos – como de papel, de alumínio ou até comestível – é o primeiro passo para coisas maiores que acontecerão em um futuro próximo”, explica.

Whatsapp – Dini ainda lançou seu próprio whatsapp para funcionar como um novo canal de comunicação com o sorocabano. O número disponível é o (15) 9.9664-6577.

O parlamentar espera estar mais próximo às pessoas, conseguindo nortear ainda mais seu trabalho em prol da comunidade. “Nosso mandato é feito dessa forma, junto à população. Afinal de contas, quem conhece profundamente os problemas nos bairros são seus próprios moradores. Assim temos uma melhor direção para batalhar pelas melhorias”, diz.

Check Also

Vereadores fazem visita à Santa Casa de Misericórdia

Vereadores realizaram na tarde desta quarta-feira (20/03) uma visita ao gestor da Santa Casa de ...

Deixe uma resposta