Home / Notícias / Projeto de Lei do Executivo é aprovado em segunda discussão e Canil da Guarda Civil Municipal é criado

Projeto de Lei do Executivo é aprovado em segunda discussão e Canil da Guarda Civil Municipal é criado

Foi aprovado em segunda discussão, na sessão desta quinta-feira (1º) da Câmara Municipal de Sorocaba, o Projeto de Lei nº 32/2018, de autoria do Executivo, que prevê a criação do Canil da Guarda Civil Municipal.

A proposta permite que os animais sejam utilizados par patrulhamento, operações de busca, resgate e salvamento, vigilância patrimonial e também em atividades de exposição e apresentações.

Para o prefeito José Crespo, a conquista do canil municipal só ressalta o trabalho social desenvolvido com o uso de animais, que trazem resultados mais rápidos e uma aceitação ímpar da população ou comunidade que é exposta a esse tipo de tratamento e/ou projeto. “Um dos principais objetivos que se é pretendido atingir com a criação do Canil é auxiliar na formação de criança, adolescentes e jovens, bem como prestar um serviço social às pessoas que necessitam de algum tipo de tratamento especial e aumentar a sensação de segurança da comunidade”, diz.

O secretário de Segurança e Defesa Civil, Fernando Dini, lembra que há cinco anos a GCM conta com o cão Mike – treinado pelo gcm Ponciano que representa o exemplo do quanto Sorocaba pode evoluir em questões sociais e de segurança. “O Mike passou por treinamento de faro em Aramar por seis meses e teve em sua forte característica de socialização com as pessoas, as portas abertas para ajudar principalmente crianças e idosos, através de visitas a entidades como Apae, Creche Maria Claro, Gpaci, Lar São Vicente de Paulo, Vila dos Velhinhos, Unidade Pré-Hospitalar da Zona Oeste e creches municipais. O que lhe rendeu o apelido de ‘Cão Terapeuta’”, lembra.

Com a criação do novo Canil Municipal, Sorocaba ainda será a pioneira no Projeto “Adestrador Mirim”. Ele será voltado principalmente às crianças que passam pelo Conselho Tutelar, escolas e crianças portadoras de algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida. Através do contato com os cães, elas aprendem de uma forma diferente a ter disciplina ao trabalhar diretamente com a necessidade de servir como exemplo de bom comportamento aos cães.

Hoje, o canil da GCM conta com cinco cães (dois labradores, dois golden retrievers e um pastor alemão). “É óbvio e evidente que a cidade também ganha em questão se segurança. Os cães têm um poder maior de intimidação, auxiliando na composição de efetivo em eventos que haja a necessidade de um patrulhamento ostensivo. Assim como através de seu faro ele pode auxiliar na busca e salvamento de pessoas desaparecidas, busca e captura de procurados pela justiça e faro de entorpecentes”, ressalta o secretário.

Os profissionais que trabalharão com esses cães são altamente capacitados, com formação em Cinotecnia (ciência que estuda o comportamento dos cães) e cursos de adestramento, comportamento, faro, proteção, busca e salvamento; terapia com animais e zooterapia.

Veja também

Escolas particulares podem receber alunos a partir desta terça (8)

O retorno gradual das aulas presenciais nas escolas particulares de Sorocaba começa nesta terça-feira (8). ...

Deixe uma resposta