Home / Notícias / Presidente da Câmara lamenta estatística do trabalho infantil e cobra políticas públicas

Presidente da Câmara lamenta estatística do trabalho infantil e cobra políticas públicas

O presidente da Câmara Municipal de Sorocaba, vereador Fernando Dini (MDB), lamentou a estatística publicada na edição de domingo do Jornal Cruzeiro do Sul, que mostra o número de 235 crianças flagradas trabalhando pelas ruas e avenidas de Sorocaba, nos últimos 12 meses. Os dados foram informados pelo Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil).

O parlamentar lembra que todas as crianças flagradas estavam em atividade totalmente irregular. “Segundo os dados da matéria feita pela repórter Larissa Pessoa, 57% das crianças abordadas trabalhavam no comércio ambulante, 25% estavam nas ruas cobrando para olharem carros, 12% pediam esmolas e 6% realizavam a coleta de materiais recicláveis. É inadmissível que uma cidade do porte como a nossa permita um número tão alto como esse”, diz.

Dini ressalta as ações já executadas pela Câmara Municipal em 2019, principalmente através de parcerias com o Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, desembargador João Batista Martins César, e pela presidente do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), Angélica Lacerda Cardoso.

Ele lembra, inclusive, do decreto que institui a “Campanha Permanente de Incentivo de Destinações do Imposto de Renda, de Pessoa Física e Jurídica, ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente”, assinado enquanto esteve como prefeito em exercício de Sorocaba. “Um dos objetivos dessa ação é justamente possibilitar aumento dos recursos que financiam projetos de assistência às crianças e adolescentes, inclusive as que são encontradas na situação de trabalho infantil”, lembra.

Veja também

Escolas particulares podem receber alunos a partir desta terça (8)

O retorno gradual das aulas presenciais nas escolas particulares de Sorocaba começa nesta terça-feira (8). ...

Deixe uma resposta