Home / Prefeitura amplia serviço de internet em locais públicos. Zoológico está entre eles

Prefeitura amplia serviço de internet em locais públicos. Zoológico está entre eles

O acesso do cidadão à internet pública gratuita na cidade entra numa nova fase. Desde sexta-feira, a prefeitura de Sorocaba ampliou os pontos de acesso Wi-Fi, a velocidade disponível e a tecnologia empregada, que agora utiliza cerca de 270 quilômetros de cabos de fibra ótica de alta velocidade do sistema Infovia, em substituição ao sistema antigo via rádio.

A partir de agora, qualquer cidadão poderá utilizar seu celular, tablet ou notebook para acessar a internet gratuita em espaços como as seis Casas do Cidadão, os Terminais Santo Antônio e São Paulo, as Unidades Pré-Hospitalares das Zonas Norte e Oeste, Paço Municipal, Zoológico “Quinzinho de Barros” (a pedido do vereador Fernando Dini), Biblioteca “Jorge Guilherme Senger”, Teatro Municipal “Teotônio Vilela”, Praça Coronel Fernando Prestes, Praça da Amizade, Parque das Águas, Parque dos Espanhóis, Parque do Campolim, Território Jovem Nova Esperança e no Núcleo de Segurança Comunitária do Parque São Bento.

De acordo com o secretário de Planejamento e Gestão, Rubens Hungria de Lara, responsável pela área de Tecnologia da Informação (TI) da Prefeitura, a partir de agora os usuários da Internet Pública terão acesso a um sinal que oferece velocidade de 512 Kbit/s. “Isso é suficiente para baixar arquivos em pouco tempo, assistir vídeos com qualidade, e navegar rapidamente pela internet”, comenta o secretário, destacando que, comparativamente, um sinal de internet comercial de 1 MB entrega, efetivamente, cerca de 256 kbit/s, ou seja, a metade da velocidade mínima prevista no programa Internet Pública.

O diretor da Área de TI, Maurício Rodrigues Gomes, explica que para acessar a Internet Gratuita de Sorocaba o usuário só precisa ter um aparelho comum, compatível com a tecnologia wireless (acesso à internet por rede sem fio padrão), como a maior parte dos celulares, tablets, notebooks e netbooks. “Para acessar o sistema basta identificar o sinal da Internet Pública e preencher um rápido cadastro básico com Nome, RG ou CPF”, ensina Maurício, reforçando que todos os dados pessoais do cadastro são invioláveis. 

O diretor de TI salienta que o uso da Internet Pública é livre, com o cidadão podendo acessar qualquer site de seu interesse, inclusive redes sociais, e-mail, compartilhamento de vídeos, downloads e uploads. “Na internet pública o usuário deve tomar os mesmos cuidados que tem em seus acessos privados, para evitar surpresas desagradáveis, como vírus”, diz Maurício, lembrando da necessidade de senhas fortes combinando letras e números.

Fonte: Secom

Foto: Alexandre Lombardi/Secom

Veja também

Escolas particulares podem receber alunos a partir desta terça (8)

O retorno gradual das aulas presenciais nas escolas particulares de Sorocaba começa nesta terça-feira (8). ...

Deixe uma resposta