Home / Notícias / O que fazer e o que não fazer durante a greve dos bancários

O que fazer e o que não fazer durante a greve dos bancários

Bancários em diferentes cidades do país entraram em greve por tempo indeterminado nesta terça-feira (6). Os bancários reivindicam um reajuste de 16% nos salários, mas a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), ligada à Febraban, ofereceu 5,5%. A proposta foi recusada e a greve decretada.

É o 13º ano seguido que a categoria promove paralisação em todo o país. Mesmo com a paralisação, as pessoas precisam pagar as contas nos dias marcados. Se não fizerem isso, pagam juros e multas.

A Febraban divulgou uma lista dos serviços mais comuns e como eles poderão ser realizados durante a greve. Transferências, por exemplo, poderão ser feitas nos caixas eletrônicos, pela internet, por meio do aplicativo do banco para celular e pelo telefone. Confira a lista abaixo:

greve bancários

 

Veja também

Fernando Dini cobra regulamentação do recesso dos auxiliares de educação no município

Vereador salienta que ausência da norma dificulta organização das creches municipais no recesso escolar Por ...

Deixe uma resposta