Home / Notícias / No dia de conscientização, Fernando Dini pede por mais ações públicas aos idosos

No dia de conscientização, Fernando Dini pede por mais ações públicas aos idosos

No Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, lembrado em 15 de junho, o vereador Fernando Dini (PMDB) pede por mais ações públicas.

Para o vereador, Sorocaba ainda está aquém do ideal na estrutura oferecida pelo poder público aos idosos, especialmente no que se refere ao combate à violência. “Hoje temos o Centro de Referência do Idoso que tem como objetivo acolher idosos vítimas de maus tratos, assim como de receber denúncias. Porém, as condições para esse atendimento ainda é deficitária”, diz.

De acordo com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social, de janeiro a abril de 2015, o centro atendeu 104 casos de violência contra os idosos. Entre os casos atendidos, 9 foram por violência física, 22 por violência psicológica (emocional), 33 por violência financeira (patrimonial), 58 por negligência ativa e passiva, 65 por conflito familiar, 23 por autonegligência, 14 por abandono e 10 por vulnerabilidade social.

Porém, todo o atendimento é feito com parcos recursos. Hoje, o Centro de Referência não tem um psicólogo e conta com apenas um assistente social. E o pior, para atender os chamados, a administração tem de fazer o agendamento para uso de veículos, já que o centro não possui um carro sequer. “Como pode um setor que trabalha principalmente com o lado emocional de idosos, com pessoas vulneráveis, não ter um psicólogo à disposição? Não ter um veículo para poder fazer o atendimento emergencial? É um absurdo”, diz o vereador.

Em 2013/2014, quando presidente da Comissão Especial do Idoso, Fernando Dini se aprofundou nos assuntos relativos à terceira idade e transformou a comissão em permanente. “É uma forma de aumentarmos a fiscalização e voltarmos a atenção para essas pessoas que tanto necessitam de um melhor amparo do poder público. Continuamos cobrando e sugerindo melhorias para essa área”, explica.

Para combater a violência ao idoso, a pessoa pode fazer denúncias diretamente no Centro de Referência do Idoso, localizado na rua Manoel Affonso, 64, na Vila Progresso, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O telefone da unidade é (15) 3233-6599.

Veja também

Escolas particulares podem receber alunos a partir desta terça (8)

O retorno gradual das aulas presenciais nas escolas particulares de Sorocaba começa nesta terça-feira (8). ...

Deixe uma resposta