Home / Notícias / Mercado Municipal e a Torre do Relógio agora são patrimônios culturais imateriais de Sorocaba

Mercado Municipal e a Torre do Relógio agora são patrimônios culturais imateriais de Sorocaba

O prefeito José Crespo assinou na última segunda-feira (1) a lei municipal nº 11.796, instituindo o Mercado Municipal e a Torre do Relógio como patrimônios culturais imateriais de Sorocaba. A lei foi publicada na página 8 do jornal Município de Sorocaba da última terça-feira (2).

Iniciativa do vereador Fernando Dini (MDB), essa é uma homenagem ao Mercado Municipal, que completará 80 anos de história no dia 12 de outubro. Inaugurado em 1938, no estilo francês art-déco, o prédio é hoje um dos cartões postais da cidade.

Localizado na Rua Francisco Scarpa, no Centro, ao lado do monumento do relógio, doado pela imigração japonesa, o Mercado Municipal possui um grande valor cultural para os sorocabanos. O estabelecimento recebe em torno de 5 mil pessoas por dia, funcionando como um centro de convivência e de cultura gastronômica.

O imóvel foi tombado como patrimônio histórico de Sorocaba em 1988 pelo Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico e tem grau de preservação 2. Em 1964, o Mercado Municipal ganhou o nome “Alcino de Oliveira Rosa”, através da lei municipal n 1.278, de 6 de novembro de 1964.

Veja também

Fernando Dini cobra regulamentação do recesso dos auxiliares de educação no município

Vereador salienta que ausência da norma dificulta organização das creches municipais no recesso escolar Por ...

Deixe uma resposta