Home / Notícias / GCM acompanhará fiéis durante romaria a Aparecidinha, hoje

GCM acompanhará fiéis durante romaria a Aparecidinha, hoje

Sorocaba revive neste domingo (12) uma de suas mais conhecidas tradições religiosas: a Romaria de Aparecidinha. Logo pela manhã, milhares de pessoas, em cortejo, levarão a imagem de Nossa Senhora Aparecida da Catedral Metropolitana de Sorocaba ao Santuário de Aparecidinha, bairro localizado na Zona Leste da cidade.

Um dos ícones do patrimônio imaterial do município, a romaria exige um esforço conjunto do Poder Público com a participação das secretarias de Serviços Públicos (Serp), de Mobilidade Urbana (Semob), da Cultura (Secult), da Urbes Trânsito e Transportes e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). Também integram o esquema de atuação a Guarda Civil Municipal (GCM).

Com o apoio das Polícias Militar e Rodoviária, a GCM deflagra, a partir da noite do sábado (11), a “Operação Aparecidinha”. O trabalho tem início visando a grande concentração de pessoas que acontece na região do Santuário, em Aparecidinha, e, na madrugada de domingo (12), na Praça Coronel Fernando Prestes onde será celebrada uma missa às 5h, em frente à Catedral.

A Guarda Civil fará o acompanhamento dos fiéis ao longo dos quinze quilômetros que separam a área central do bairro onde a imagem da santa permanecerá até janeiro, quando, novamente em procissão, retorna à Catedral. Para este trabalho e visando oferecer mais segurança aos romeiros, houve um reforço no efetivo da GCM. Em Aparecidinha, visando oferecer tranquilidade aos moradores, a Guarda Municipal atuará com o serviço de Polícia Administrativa e auxiliará nas ações de Fiscalização de Posturas, desde as 8h do sábado (11) até as 18h do domingo (12).

O início

Várias fontes indicam que o movimento de católicos ao bairro de Aparecidinha, em romaria, teve início em 1804. Ele acontecia, mas de forma descontinuada. Num artigo de 1852, do jornal “O Defensor”, fala-se da romaria como um evento tradicional no qual o costume era levar a imagem de Nossa Senhora Aparecida para o centro da cidade em momentos difíceis, como nos períodos de seca, enchentes ou epidemias.

Ainda durante o surto da febre amarela, no final do século XIX, os devotos de Nossa Senhora pediam a cura da doença, potencializando o costume de se levar a santa até a cidade para abençoar o povo.

Neste período, Monsenhor João Soares, pároco da Matriz Nossa Senhora da Ponte (atual Catedral) fixa as datas da Romaria: 01 de Janeiro, saindo da Igreja de Aparecidinha para a Catedral e o segundo domingo de Julho para o retorno da santa ao centro de Sorocaba.

Milhares de pessoas participam da procissão todos os anos em veneração à Nossa Senhora Aparecida, em agradecimento e em súplica.

Fonte: Secom

Veja também

Escolas particulares podem receber alunos a partir desta terça (8)

O retorno gradual das aulas presenciais nas escolas particulares de Sorocaba começa nesta terça-feira (8). ...

Deixe uma resposta