Home / Entidades poderão aderir ao serviço de Residência Inclusiva em Sorocaba

Entidades poderão aderir ao serviço de Residência Inclusiva em Sorocaba

A prefeitura de Sorocaba está convocando entidades devidamente cadastradas no Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) interessadas em implantar três Residências Inclusivas na cidade. O edital foi publicado no Jornal Município de Sorocaba e estabelece critérios para a apresentação do plano de trabalho para o repasse de recursos financeiros Municipal, Estadual e Federal alocados no Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS).

 

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) já aderiu ao programa de Residência Inclusiva, que faz parte do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Plano Viver sem Limite), e terá três unidades instaladas na cidade.

 

Esses equipamentos públicos acolherão jovens e adultos, entre 18 e 59 anos, com deficiência, em situação de dependência e que necessitem de cuidados de terceiros para fazer atividades básicas, contemplando o atendimento na Proteção Social Especial de Alta Complexidade.

 

Além de oferecer atendimento personalizado, as Residências Inclusivas funcionam como um lar para esse público. O serviço vai funcionar 24 horas por dia, ininterruptamente, e cada Residência Inclusiva deverá atender até 10 jovens e adultos com deficiência, em situação de dependência. “A ideia será implantar uma em cada uma das nossas regionais: Zonas Oeste, Sul/Leste e Norte”, explica a vice-prefeita Edith Di Giorgi, também secretária de Desenvolvimento Social.

 

A residência inclusiva será adaptada, com uma estrutura física adequada para receber esse público. As unidades terão cuidadores e auxiliar de cuidadores, além de psicólogo, assistente social e terapeuta ocupacional.

 

Os interessados na subvenção municipal, estadual e/ou federal para a oferta deste serviço deverão apresentar junto ao Conselho Municipal de Assistência Social (Rua Santa Cruz, 116, Centro) o plano de trabalho e toda a documentação necessária entre os dias 12 e 30 de janeiro de 2015, das 8h às 17h.

 

Já no dia 9 de janeiro de 2015, a Coordenadoria da Pessoa com Deficiência da Secretaria de Desenvolvimento Social, o Conselho Municipal de Assistência Social e o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência realizarão uma audiência pública para apresentação e orientação técnica às entidades que se interessarem em apresentar um plano de trabalho. O encontro será realizado às 14h no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Social, localizada na Rua Santa Cruz, 116, no Centro. Informações pelo telefone 3219-1920.

 

Veja também

Fernando Dini recebe comandante do 1º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros

O capitão Kleber do Vale, comandante do 1º Subgrupamento do 15º Grupamento do Corpo de ...

Deixe uma resposta