Home / Notícias / Dini quer agenda com Secretaria Estadual de Saúde para aumentar cadastro de medula óssea

Dini quer agenda com Secretaria Estadual de Saúde para aumentar cadastro de medula óssea

O presidente da Câmara Municipal de Sorocaba, vereador Fernando Dini (MDB), está solicitando ao deputado estadual Jorge Caruso (também do MDB), para que articule uma agenda com o secretário estadual de Saúde de São Paulo, doutor Henrique Germann Ferreira.

Na pauta, entre outros assuntos, está o aumento no número limite de cotas destinadas ao município de Sorocaba e que são referentes aos quantitativos físicos da manutenção regulada do número de doadores no Redome (Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea).

O parlamentar lembra que, infelizmente, essa é a realidade que é  encontrada no sistema de cadastro do Colsan, no Hemonúcleo de Sorocaba. “Mesmo que exista uma fila de 100, 200 pessoas, apenas 10 pessoas por dia podem ser cadastradas como doador de medula óssea”, lembra.

De acordo com os dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), a chance de se encontrar um doador compatível entre os familiares é de 30% e, quando saímos desse círculo, a mesma porcentagem chega a despencar, fazendo com que o número de doadores precise aumentar sensivelmente e da forma mais urgente possível. “É pensando nisso que estamos indo até a Secretaria Estadual de Saúde, em São Paulo, pedir e cobrar para que esse limite seja revisto. Sugerir uma nova política de cadastro para doação de medula óssea. Somos um povo solidário e só queremos a chance e o direito de ajudar a quem mais precisa”, explica Dini.

Check Also

Câmara corta R$ 10 milhões do orçamento e recomenda uso de verba para melhorias na saúde

O presidente da Câmara Municipal de Sorocaba, vereador Fernando Dini (MDB), anunciou nesta quinta-feira, 19, ...

Deixe uma resposta