Home / Notícias / Dini conhece Plano de Contingência da Santa Casa para prevenção ao Coronavírus

Dini conhece Plano de Contingência da Santa Casa para prevenção ao Coronavírus

O presidente do Legislativo, vereador Fernando Dini (MDB), esteve na manhã de hoje na Santa Casa para conhecer o plano de contingência anunciado pela entidade para prevenir a transmissão do Coronavírus (Covid-19). Em coletiva de imprensa, os dirigentes da irmandade informaram que a iniciativa se deve à situação de pandemia declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Estamos nos antecipando para uma possível crise. Temos estoque de 20 mil máscaras para garantir que estamos abastecidos”, informou Padre Flávio Miguel, diretor-presidente da Santa Casa. O diretor-técnico, dr. Fernando Brum, explicou que o plano de contingência é uma iniciativa da irmandade. “A Secretaria de Saúde tem seu próprio plano de contingência”, disse, lembrando que as normas decididas já estão em vigor.

Entre as medidas apresentadas, estão a diminuição de pessoas que não atuam em assistência circulando no hospital; suspensão temporária de estagiários não-médicos; restrição de visitas diárias; redução de voluntários; diminuição da alternância de acompanhante obrigatórios; limitação do fluxo de pacientes oncológicos nas áreas externas do hospital; intensificação do treinamento dos funcionários sobre as recomendações da OMS; e evitar aglomerações em qualquer área da Santa Casa.

Para o vereador Fernando Dini, é fundamental que o Legislativo conheça as medidas relacionadas à prevenção do vírus na entidade de saúde. “É muito importante participarmos dessa coletiva, onde soubemos do posicionamento do hospital conveniado com a prefeitura sobre as medidas que serão tomadas daqui pra frente, pois precisamos ter compreensão que é um caso calamitoso na cidade, que já conta com dezenas de casos”, lembra o parlamentar.

O presidente da Câmara também destacou a necessidade de conhecer os procedimentos adotados para tratamento de pessoas infectadas. “Nós precisamos saber quais são os desdobramentos, qual o acolhimento que as pessoas que terão a doença em casos mais graves, como no caso de idosos e com doenças pré-existentes, terão”, afirmou.

Sobre a preparação para enfrentar a situação, Fernando Dini apontou que existe a possibilidade de Sorocaba receber verbas federais para aumentar os leitos de UTI na cidade. “Nós sabemos que o governo federal já destinou uma verba razoavelmente boa para os municípios que se habilitarem e iremos cobrar que a prefeitura faça o cadastramento para receber esses recursos”, concluiu.

Check Also

Fernando Dini cobra informações da Prefeitura sobre o combate ao coronavírus em Sorocaba

O presidente da Câmara Municipal, além da preocupação com filas na vacinação de idosos, quer ...

Deixe uma resposta