Home / Notícias / Dia da Conscientização da Violência contra o Idoso será lembrado com atividades

Dia da Conscientização da Violência contra o Idoso será lembrado com atividades

Para celebrar o Dia Mundial de Combate à Violência contra o Idoso, em 15 de junho, bem como conscientizar a população e levar informações às pessoas que convivem com os idosos sobre o problema da violência, a Coordenadoria do Idoso da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) – e o Conselho Municipal do Idoso realizarão uma mobilização na próxima quinta-feira (dia 18) no SESC Sorocaba.

Neste dia, das 9h às 18h, a equipe estará no SESC entregando material com informações sobre o Estatuto do Idoso e conversando com as pessoas no local. Às 10h30, o SESC realizará o bate-papo “Relações Inevitáveis”, com Raquel Noel Ribeiro, doutoranda em psicologia. Ela vai falar sobre a importância de se repensar e de criar novas maneiras de convivência e acordos de respeito e cuidado, possibilitando a construção de uma realidade mais humana, sem violência, pois em poucos anos aproximadamente 25% da população será idosa. As inscrições devem ser feitas no local com 30 minutos de antecedência.

Um dia antes da ação da Prefeitura (quarta – 17), às 19h, o SESC promoverá um bate-papo “Conscientização sobre Violência contra Idosos”, com Bernadete de Oliveira, mestre em gerontologia. A atividade será voltada aos profissionais e interessados no assunto envelhecimento e longevidade e tem por objetivo apresentar o tema “Em 2050 seremos muitos. O cuidado começa agora”, já que nesta data a população idosa será a maior entre todas as outras. Os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência.

Sobre o Centro de Referência do Idoso

Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, o Centro de Referência do Idoso (CRI) “Doutor José Mussi” tem como objetivo acolher idosos vítimas de maus tratos e de encaminhar denúncias.

De acordo com a Sedes, de janeiro a abril deste ano, o CRI atendeu 104 casos de violência contra os idosos. Entre os casos atendidos, 09 foram por violência física, 22 por violência psicológica (emocional), 33 por violência financeira (patrimonial), 58 por negligência ativa e passiva, 65 por conflito familiar, 23 por autonegligência, 14 por abandono e 10 por vulnerabilidade social.

As pessoas podem fazer denúncias diretamente no Centro de Referência do Idoso, localizado na Rua Manoel Affonso, 64, na Vila Progresso, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O telefone da unidade é (15) 3233.6599. Todas as denúncias podem ser feitas sem a necessidade de identificação da pessoa. As pessoas também podem denunciar pelo Disque Denúncia (181) ou Disque 100.

Ao receber e acolher a denúncia, a assistente social da Sedes verifica o caso e, se constatado qualquer tipo de violência contra o idoso, é dado o encaminhamento necessário conforme a necessidade, seja a uma Unidade Básica de Saúde (UBS), Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), mediação com integrantes da família, entre outros.

Fonte: Secom/Mariana Campos

Veja também

Escolas particulares podem receber alunos a partir desta terça (8)

O retorno gradual das aulas presenciais nas escolas particulares de Sorocaba começa nesta terça-feira (8). ...

Deixe uma resposta