Home / Notícias / Comissão de Saúde faz visita surpresa à Santa Casa e tem entrada proibida

Comissão de Saúde faz visita surpresa à Santa Casa e tem entrada proibida

Os vereadores Izídio de Brito (PT), presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, e Fernando Dini (PMDB), que também a integra, fizeram uma visita surpresa, na manhã desta terça-feira, 8, ao pronto-socorro da Santa Casa de Sorocaba com o objetivo de verificar in loco as condições do hospital em virtude de denúncias de que estão faltando medicamentos, materiais e até profissionais para o atendimento. Os vereadores tentaram entrar no hospital para realizar o trabalho de fiscalização, mas não conseguiram, uma vez que não havia nenhum responsável no hospital para autorizar a entrada.

“Chegamos aqui por volta da 7h30, já são mais de 8 horas e não tem nenhum responsável pela Santa Casa, o que é inadmissível e mostra o completo descaso com a população. Isso explica as constantes queixas de pacientes, que reclamam da precariedade do atendimento, desde a falta de remédios e materiais até a falta de profissionais”, afirmou Izídio de Brito.

O vereador Fernando Dini também se mostrou indignado com a situação. “Estamos tentando cumprir uma das nossas principais funções como vereadores, que é o trabalho de fiscalização, justamente em nome das pessoas que mais precisam; no caso, os pacientes da Santa Casa, que clamam por um atendimento digno. Mas fomos impedidos de exercer esse trabalho, porque já são mais de 8 horas e não há nenhum responsável no hospital no momento”, afirmou Dini.

Quando já estavam deixando as dependências da Santa Casa, os vereadores foram abordados por uma senhora cuja mãe de 84 anos está internada no hospital e, indignada, quase às lágrimas, definiu o atendimento da Santa Casa como “uma mazela”, um “caso de polícia”. Os vereadores deixaram as dependências do hospital decididos a denunciar o caso na tribuna da Câmara. O vereador Pastor Apolo (PSB), que também integra a comissão, não pôde participar da visita surpresa em virtude de compromisso anteriormente assumido.

Denúncia na tribuna – A pedido do vereador Izídio de Brito, presidente da Comissão de Saúde, o vereador Fernando Dini usou a tribuna na sessão ordinária desta terça-feira, 8, para relatar a visita surpresa à Santa Casa, realizada um pouco antes. “Chegamos na Santa Casa por volta das 7h30 da manhã, para uma visita surpresa, mas fomos barrados na portaria de acesso ao pronto-socorro. A culpa não é dos porteiros, mas dos gestores, que não orientam esses funcionários a respeito da prerrogativa dos vereadores. Situações como essa são um desrespeito não só com a Comissão de Saúde, mas também com o Poder Legislativo e, sobretudo, com a população”, indignou-se Fernando Dini.

Da tribuna, Fernando Dini relatou ter tentado falar por telefone cinco vezes com o gestor da Santa Casa, o urologista José Luiz Pimentel, mas não conseguiu. “Mas, justiça seja feita, o gestor me ligou há pouco se colocando à nossa disposição como sempre tem feito”, afirmou. Dini também relatou na tribuna o caso da senhora que reclamou do atendimento. “A senhora estava indignada e com muita razão. A mãe dela, com 84 anos, está internada na Santa Casa com água no pulmão e estava sem banho, porque não havia água quente. Só conseguimos entender a profundidade da indignação dessa senhora nos colocando no lugar dela”, enfatizou.

Fernando Dini enfatizou que a Comissão de Saúde está cumprindo o seu papel e reiterou que visitas surpresas às unidades de saúde continuarão sendo feitas periodicamente. “Essas visitas não decorrem de um problema específico, mas de um conjunto de problemas que estão ocorrendo na saúde em Sorocaba. Por isso, continuaremos a nossa peregrinação por todos as unidades de saúde onde temos relatos de problemas”, reiterou, sendo aparteado pelo vereador Antonio Carlos Silvano (SD), que também criticou os problemas da saúde.

Também em aparte, o vereador Izídio de Brito (PT), presidente da Comissão de Saúde, afirmou que “há um ponto de interrogação em relação à Santa Casa” levantado pela imprensa. “A atitude da Santa Casa nesta manhã, não deixando os membros da Comissão de Saúde entrarem, nos leva a desconfiar ainda mais de que existe irregularidade lá dentro. Mas não vamos marcar visita programada na Santa Casa. Nosso propósito continua sendo entrar na Santa Casa de surpresa”, afirmou Izídio de Brito.

Fonte: Secom/Câmara Municipal de Sorocaba

Veja também

Fernando Dini recebe comandante do 1º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros

O capitão Kleber do Vale, comandante do 1º Subgrupamento do 15º Grupamento do Corpo de ...

Deixe uma resposta