Home / Notícias / Centenário do Tiro de Guerra é comemorado em sessão solene na Câmara Municipal

Centenário do Tiro de Guerra é comemorado em sessão solene na Câmara Municipal

O centenário do Tiro de Guerra em Sorocaba foi comemorado em sessão solene na Câmara Municipal na noite de segunda-feira, 15, com a presença de diversas autoridades civis e militares. A iniciativa da homenagem, unanimemente aprovada pela Casa, foi do vereador Fernando Dini (PMDB), que também é autor da Lei 11.503, de 28 de março de 2017, que institui o Dia e a Semana em Comemoração à Criação do Tiro de Guerra de Sorocaba, criado em 21 de maio de 1917, com a denominação de “Tiro de Guerra Nr. 359”.

Além do vereador Fernando Dini, compuseram a mesa de honra da solenidade as seguintes autoridades: secretário municipal de Segurança e Defesa Civil, José Augusto de Barros Pupin, representando o prefeito José Crespo; coronel de infantaria Sandro Peres Zanette, da 14ª Circunscrição do Serviço Militar; Antonio Marcos de Carvalho Mariano Machado, comandante da Guarda Civil Municipal; subtenente Paulino Santos, chefe da instrução do Tiro de Guerra de Sorocaba; major Wanderson Eduardo Alcolea, representando o comandante do CPI-7 (Comando de Policiamento do Interior 7), coronel Antonio Valdir Gonçalves Filho; jornalista Fernando Negrão, presidente da Associação dos Amigos do Tiro de Guerra; e o presidente do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba, professor Adilson Cesar.

Valores cívicos – Fernando Dini fez questão de enfatizar que também serviu o Tiro de Guerra de Sorocaba, ressaltando “os ensinamentos cívicos e os princípios inabaláveis de patriotismo transmitidos por esta centenária instituição”. Também fizeram uso da palavra durante a solenidade: o jornalista Fernando Negrão, que enfatizou o trabalho da Associação Amigos do Tiro de Guerra, criada com o apoio do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba, presidido por Adilson César; o subtenente Paulino Santos, que lembrou a história do Tiro de Guerra no município; o coronel Sandro Peres Zanette, que definiu o Tiro de Guerra como uma “verdadeira escola de civismo e cidadania”; e o secretário José Augusto Pupin, que, como delegado de polícia, falou da importância do Tiro de Guerra na formação dos jovens.

O professor Adilson César também fez uso da palavra e falou da importância de se preservar as tradições, entre elas o Tiro de Guerra, ressaltando a sua contribuição na formação dos jovens e remontando ao papel do poeta Olavo Bilac como idealizador do serviço militar no país. Também foi exibido um vídeo com uma entrevista do professor Milton Marinho Martins, que também é ex-atirador do Tiro de Guerra, falando sobre a instituição no município. Durante a sessão solene foram homenageados, com votos de congratulações, ex-comandantes, ex-atiradores e funcionários do Tiro de Guerra de Sorocaba.

Lei municipal – De acordo com a Lei 11.503, de autoria de Fernando Dini, a “Semana Municipal do Tiro de Guerra de Sorocaba” será realizada anualmente na semana que compreender o dia 21 de maio de cada ano. “O objetivo desta data é fazer a devida homenagem à história sorocabana e àqueles que têm como missão possibilitar a prestação do Serviço Militar inicial. Durante a semana, o Poder Executivo poderá realizar palestras, eventos, ações e campanhas alusivas ao tema”, explica o vereador, ressaltando que a realização da sessão solene na Câmara Municipal também integra essas comemorações.

Os Tiros de Guerra são uma experiência brasileira vigente desde 7 de setembro de 1902, impulsionados pela pregação patriótica do poeta Olavo Bilac (1865-1918), que, em razão desse trabalho, foi escolhido Patrono do Serviço Militar. Em Sorocaba, o Tiro de Guerra foi criado em 21 de maio de 1917, com a denominação de “Tiro de Guerra Nr 359”, passando, posteriormente, por várias mudanças de nomenclaturas e também de local de instalação.

Fonte: Secom18491706_1578613415544043_6736302416633167140_o

Veja também

Aprovado em 1ª votação, Projeto de Lei visa legalização de construções irregulares

Foi aprovado, por unanimidade, na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sorocaba, Projeto de Lei ...

Deixe uma resposta