Home / Notícias / A doação de medula pode ajudar a curar cerca de 80 doenças

A doação de medula pode ajudar a curar cerca de 80 doenças

O transplante de medula óssea pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias. O fator que mais dificulta a realização do procedimento é a falta de doador compatível, já que as chances de o paciente encontrar um doador compatível são de 1 em cada 100 mil pessoas, em média.

Além disso, o doador ideal (irmão compatível) só está disponível em cerca de 25% das famílias brasileiras – para 75% dos pacientes é necessário identificar um doador alternativo a partir dos registros de doadores voluntários, bancos públicos de sangue de cordão umbilical ou familiares parcialmente compatíveis (haploidênticos).

Para aumentar a probabilidade de êxito na localização, é fundamental manter os dados cadastrais atualizados no REDOME. O voluntário pode ser chamado para efetuar a doação com até 60 anos de idade.

Se você é cadastrado no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME), lembre-se de manter seu cadastro atualizado. No caso de haver um paciente compatível, será preciso encontrá-lo o mais rápido possível. Daí a importância dos seus dados, principalmente endereço e telefone, estarem sempre atualizados.

Em caso de mudança de informações preencha o formulário ou entre em contato pelos telefones (21) 2505-5656/ 2505-5639 / 2505-5638. Ou pelo site: http://redome.inca.gov.br.

Fonte: Redome

Veja também

Fernando Dini recebe comandante do 1º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros

O capitão Kleber do Vale, comandante do 1º Subgrupamento do 15º Grupamento do Corpo de ...

Deixe uma resposta